Pequenas Palavras

Só minha.

Ajudo ela, de dois anos e meio, a descer as escadas, quando ela olha a sala de aula logo abaixo e vê a professora da sala dela, aponta e diz:

Ó, aquela é a profe de mim!

Pequenas Palavras

Pega Pega

Passo pelo pátio e vejo as crianças brincando de Pega Pega.

Um dos meninos vem correndo com toda a velocidade e assim que encosta num pilar, grita:

– REPOLHO!

Pequenas Palavras

Cabelo Maluco

Era dia do cabelo maluco:

Cheguei na escolinha e todos estavam com cabelos coloridos, com apliques e com penteados inusitados. Chamei as pequenas bailarinas para a aula e na primeira oportunidade elogiei o cabelo:

– Que lindas vocês estão! Adorei o cabelo de vocês! Quem foi que fez?

– A profe Mari.

– Eu também quero um cabelo maluco. Será que se eu pedir pra profe Mari, ela faz pra mim também?

Uma delas me olha bem séria e diz:

– Mas profe, tu já tá com um cabelo maluco! Tu tá toda escabelada!

Pequenas Palavras

Quando Crescer

Pergunto pra elas o que elas gostariam de ser quando crescerem.

– Eu quero ser professora.

– Médica

– Princesa

– Eu quero ser mãe.

– Super heroína, eu gostei tanto de Lady Bug que eu quero ser super heroína. Só a Fernanda quer ser mãe…

Achei que era a hora de intervir e digo pra ela:

– Eu também quero ser mãe.

– Mas tu É mãe.

– Não sou não…

– Então tu é filha?

É, sou. ❤

Pequenas Palavras

A vida como ela é

Cheguei na sala para buscar as bailarinas de 3 anos, nesse momento a profe de sala pede para todos que façam o “Guarda Guarda” (momento em que as crianças guardam os brinquedos utilizados).

Eu fiquei na porta olhando a turma se organizar e as bailarinas terminarem para fazer a fila.

Nesse momento um dos meninos da turma me olha e diz:

– Eu quero te ver ajudando, porque não é fácil.

Ri.

E fui ajudar, porque não deve ser fácil mesmo…

Pequenas Palavras

Vergonha

Nós, ensaiando para a apresentação de final de ano.

Ela, com 4 anos, trava. Para de fazer a coreografia.

A amiga, com 4 anos também, ajuda:

– Juju! É só pegar a vergonha e colocar no bolso!

Simples. Rápido. Efetivo. Juju termina a coreografia e eu, aprendo mais uma ferramenta para lidar com a vergonha.

Pequenas Palavras

Profissões dos Pais II

Novamente eu volto com a pergunta sobre a profissão dos pais das pequenas bailarinas:

– Minha mãe é médica, meu pai trabalha no escritório.

– Minha mãe trabalha em casa, meu pai trabalha no computador.

– Minha mãe trabalha no trabalho dela e o meu pai trabalha no trabalho dele.

– Minha mãe é professora e meu pai trabalha com plaquinhas.

Aí eu fico curiosa e pergunto:

– Plaquinhas?

– É, plaquinhas.

Fiquei imaginando por um tempo, se talvez ele confeccionasse essas plaquinhas de homenagens ou qual dos tipos de plaquinhas que seria. Ela me vendo nesse momento tão pensativo me fala:

– Ele é engenheiro esteticista.

Isso me confunde um pouco mais…

– Engenheiro esteticista?

– É.

– Tu quis dizer eletricista?

– Iiiiiiiisso mesmo profe, ele faz plaquinhas pra colocar perto das galinhas pra que elas fiquem quentinhas e possam colocar os ovinhos.

E é nessa hora que eu fico pensando que a profissão do pai era bem mais complexa do que eu pude imaginar.

Pequenas Palavras

Peça boa

Eu estava no vestiário trocando de roupa, tirando o short e a regata da academia e colocando a malha e meia calça quando uma aluna pergunta:

– Profe, tu cresceu??

– Olha… Acho que não mais né… Hehehehe

– Ah… Então acho que o short te deixa mais alta…

Pequenas Palavras

Emoção

Após contar a história do ballet de repertório Harlequinade, coloco música clássica na aula pela primeira vez no ano.

Ela de 4 anos diz:

– Profe! Essa música é tão linda que dá vontade de chorar de emoção!

 

Pequenas Palavras

Roupa

Quando está muito frio, eu peço para elas colocarem só a saia e a sapatilha, para não passarem frio na troca de roupa.

Aquele dia em especial, não estava tão frio assim.

– Profe, o que a gente coloca hoje? Saia e sapatilha?

– Não… Hoje vocês podem colocar toda a roupa.

– A rôpa também profe?

– Sim, toda a roupa.

– Tá, mas a rôpa também?

– Sim, Ana Julia, tu já está de meia calça, agora tem que colocar a saia, a malha e a sapatilha.

Ela segurando a malha comemora:

– Oba! Hoje vou colocar a saia, a sapatilha e a rôpa!!